quarta-feira, agosto 10, 2005

Pensando En Ti


[Fotografia de Nuno Catarino]

E no meio daquela tarde insonsa de verão o telemóvel despertou-me um sorriso. Era uma mensagem tua, que estavas a ouvir uma música e que te lembraste de mim. Sorri, cantarolei a música baxinho, sorri. Sorri porque te lembraste de mim, sorri por me lembrar da música do Devendra, pensando en ti: comiendo peira en Santa Maria de la Feira, que placeria. Respondi-te e o bicho rectangular que se esconde no bolso das calças apitou umas quantas vezes, tantas quantas vi o saldo a decrescer. Quando dei por mim estávamos refastelados na música, embrulhados pelo sofá e, meios distraídos, pedaços da minha pele a cobrir a tua em festinhas demoradas. O teu copo está vazio, outra vez. Quando damos por nós estamos a perder roupa, que com este calor de quarenta graus está sempre a mais. Demoro-me nas curvas bonitas dessa pele enfeitada com tatuagens. Beijamo-nos e, antes de adormecemos abraçados, dizes "gosto de ti" e eu digo "gosto muito de ti" e sabemos que é a verdade, é a verdade toda, ainda que depois regresses à banalidade de outra pele e outro vinho e outra música, sempre que voltamos sabemos que é bom e gostamos de ser assim felizes de vez em quando.
NC

8 Comments:

At 3:45 da tarde, Blogger viver em segredo said...

e pode nem ser nada importante, mas pode ser a maior mensagem de amor que achamos que recebemos até aquele instante...um simples piscar de olhos chega para adormeçer a sentir que somos as pessoas mais felizes naquela noite em que se lembraram de nós...e se eu fosse a mandar uma mensagem sempre que me lembrasse dele? teria na certa as teclas de numeros invisiveis de tão gastos das minhas lembranças...fico-me pelo silêncio...

 
At 5:30 da tarde, Blogger polegar said...

a música liga-nos de formas perfeitas e desconhecidas, traz lágrimas aos olhos.
partilhada sabe melhor. se calhar dá vontade de dar valor ao que tem valor...

 
At 5:31 da tarde, Blogger polegar said...

e os momentos valem tanto...

 
At 1:22 da tarde, Blogger Nuno Catarino said...

Sim, os momentos é que são valiosos. :)

 
At 4:33 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Os momentos são tudo realmente... basta um momento para sermos felizes ou infelizes... basta um momento...

 
At 10:00 da manhã, Blogger maizine said...

Ao ler o teu texto, ainda meia ensonada, estaquei numa frase... Afinal havia-me enganado. Li "o teu corpo vazio" em vez de "o teu copo..." De qualquer maneira, sorri. Foi um engano poético. A foto é linda.

 
At 12:51 da tarde, Anonymous Tati said...

:)

 
At 11:02 da tarde, Anonymous susanisca said...

bonita a foto!
e os (re)encontros de verão!

 

Enviar um comentário

<< Home